Falhas também levam à felicidade

Até a menor pessoa pode mudar o curso do futuro.

 Todo mundo sonha com um final feliz: um emprego bem sucedido com dores de cabeça quase inexistentes, relações com quem é capaz de valorizar cada característica e tempo suficiente para gastar com os hobbies. O ideal de felicidade tem variações entre viver numa pequena cidade italiana ou numa metrópole japonesa, com vinte e um gatos ou dois filhos, num casamento estável ou numa relação aberta… Mas, no fim das contas, só queremos poder acordar e ter orgulho de quem somos. Queremos ser incapazes de pensar em algo que deveria ser mudado em nossas vidas quando nos perguntarem se faríamos algo diferente. Não é fácil, nem impossível, mas demanda muito esforço.

 Pra atingirmos tudo isso é preciso, no meio do caminho, lidar com noites em claro, com críticas cruéis, crises de choro e vontade de desistir. Ou com uma fada madrinha disposta a ajudar. É difícil manter a determinação e não se contentar com um emprego de meio turno, amigos razoáveis e relacionamentos amorosos que caíram na rotina. O mais ou menos parece muito mais simples que a realização do sonho. Ainda mais quando se tem tanta gente falando que é inútil e que temos que nos contentar com o que a vida ou uma entidade superior nos envia.
 Parece que não há nenhum propósito depois de várias listas de metas incumpridas, depois de ouvir uma porção de nãos, depois de descobrir que os filmes com finais felizes são muito diferentes do que acontece por aí. Todo mundo tem mais sorte que você, todo mundo vai mais longe, com um sorriso no rosto e sem o menor sinal de cansaço. Tem gente que simplesmente tem sorte. Você não é uma dessas pessoas. É?
 Nem tudo depende de você. Por mais que continuem dizendo que tudo está em suas mãos, não é verdade. Alguns sonhos realmente se perdem na infinidade de problemas a serem resolvidos, mas as vezes é a coisa certa. Se todos os sonhos se realizassem, provavelmente as coisas não dariam tão certo. Em algum ponto, você descobre que ser advogado é muito mais a sua cara de que ser astronauta. E tá tudo bem. Você descobre que a concorrência no vestibular é enorme e, quando a lista de aprovados sai, o seu nome não tá nela. E tá tudo bem.
 As coisas não acontecem nem como nem quando queremos. E nem tudo é culpa sua. Vai ver a sua vaga no concurso concorrido foi ocupada por alguém que estava desempregado há anos e cuja família precisava do salário. Vai ver a última poltrona do avião que vai para o destino dos seus sonhos vai ser ocupada por uma pessoa que está prestes a rever a mãe depois de um longo período. Não é que você não mereça. Você merece. Você se esforçou para isso. Estudou, trabalhou, juntou dinheiro. Fez tudo que estava ao seu alcance. Mas, o universo, as energias, Deus ou a quem quer que você atribua o destino, achou que seria melhor se fosse da próxima vez.
 Como você vai saber se não dá certo se não tentar de novo? Talvez sejam necessárias oito tentativas. Ou dez. Ou cinquenta e sete. E talvez, no intervalo entre uma tentativa e outra, você descubra um novo sonho. Um que soa muito melhor. Não dá pra saber. Não dá pra escolher. E essa é a graça. O que faz uma vitória ser maravilhosa é a quantidade de esforço que ela requere. Grande parte está nas suas mãos e o trabalho diário é o caminho mais rápido para atingir o que se procura. Mas, não se culpe por tudo. Nem sempre conseguimos o que merecemos ou que desejamos.
 É preciso continuar colocando a maior dedicação possível nas atividades mais entediantes. É preciso aceitar que alguns sonhos morrem e que não tem problema deixar que novas metas entrem no lugar das antigas. Nem tudo segue conforme o nosso plano. A gente tem que, em uma hora ou outra, lidar com uns babacas no meio do caminho. Às vezes, nós somos os babacas. Mas, fica tudo bem. Não de primeira e nem seguindo o plano inicial. Mas, fica. Uma hora ou outra acabamos vencendo a felicidade pelo cansaço. 
Anúncios

3 comentários sobre “Falhas também levam à felicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s