Arquivo S: Matrix

Vamos fingir que hoje é segunda-feira e que tá tudo certo com a resenha.
 Eu fui provavelmente a última pessoa a assistir Matrix na história do universo. É lógico que, como todo mundo que tá vivo no século XXI, eu já tinha ouvido falar do filme mil vezes, mas nunca tive tanto interesse. Sou meio lenta pra assistir filme de ação porque sempre acontece tudo muito rápido e fico confusa – sério!! Até com livro fico meio agoniada porque não consigo entender. -, então nunca tive muita vontade de assistir.
 Só que, para a minha felicidade, ontem o meu professor passou o filme na sala e eu pude me apaixonar por essa história maravilhosa e perceber que com certeza deveria ter assistido bem antes.
ROTEIRO
 O filme fala sobre A Matrix que é, basicamente, um sistema que compõe tudo que está a nossa volta. É como se tudo fosse uma ilusão criada para escravizar a raça humana e usá-la para conseguir energia. Ou seja, enquanto você lê isso você está sentado numa cadeira que não existe e poderia estar comendo uma pizza que não existe ou nadando numa piscina que, adivinha? Não existe.
 Só que uma profecia fala sobre um cara que vai conseguir acabar com tudo isso e salvar a raça humana. E, logicamente, achar o dito cujo é a maior missão do grupo de resistência que, após ingerir uma pílula, consegue ver a realidade.
 É aí que entra Thomas Anderson, um programador que recebe o nome de Neo quando está online e que pode ser o Escolhido para libertar os humanos.
FOTOGRAFIA
 A fotografia desse filme é maravilhosa. Fiquei apaixonada pelos enquadramentos incomuns que eles usaram, junto com uns slow motions muito legais que deram uma noção incrível do que estava acontecendo.
 Se eu costumo ficar incomodada com as cenas de ação, nesse filme, fiquei encantada por elas porque eram montadas de uma forma incrível. Foi uma mistura de slow motions com cenas com plano de detalhes (aquelas nas quais o foco é um detalhe) que funcionou super bem e fez com quem até quem tem mais dificuldade de acompanhar esse tipo de cena – como a que vos fala – consiga entender bem o que está acontecendo.
 Os efeitos especiais também são incríveis e não são esquisitos nem parecem destoantes como acontecem muitas vezes. Eles condizem com o que está acontecendo e foram colocados sem exageros.
DESENVOLVIMENTO DA HISTÓRIA
 Senti falta de saber um pouquinho mais dos outros personagens. Aliás, de todos porque, na verdade, a gente mal sabe sobre o Neo, que é em torno de quem a história gira. Sei que isso não era o foco, mas não fazia mal, né? Gosto de ter a noção de que conheço os personagens, gosto de ficar torcendo e chorando e gritando, mas não senti muito isso com esse filme.
 Morri de preguiça do romance. Achei tão sem graça e desnecessário, sério. Sei que tem outros dois filmes, então espero que nos próximos ele seja ou um pouquinho mais desenvolvido ou acabado de vez porque foi bem chatinho.
 Uma coisa que me deixou encantada foi a habilidade dos diretores manterem o público entretido por 2 horas e meia. Não é o filme mais longo do mundo, mas também tem mais do que a duração média, então acho que é meio desafiador não deixar o espectador cansado. Mesmo assim, eles conseguiram deixar todo mundo atento e curioso.
OPINIÃO FINAL
 Já deu pra ver que fiquei bem apaixonada, mas vou reafirmar isso só pra não deixar dúvidas: estou apaixonada. Achei que o balanço dos questionamentos filosóficos com a ação e a ficção científica funcionou muito bem, foi tudo bem dosado e funcionou maravilhosamente.
 Esse não é um dos filmes de que eu sempre reclamo com só gente branca, então já ganhou pontos comigo por isso. Além disso, o elenco é incrível e muito talentoso. Depois disso, só posso esperar que, se você não tiver assistido, corra para ver o mais rápido possível. Quatro estrelas e meia.
P.S.: Todas as imagens foram retiradas do site Screencapped.net

PEDACINHO DE OPINIÃO COM SPOILERS PARA QUEM JÁ ASSISTIU AO FILME.

Estou completamente apaixonada por essa mulher. ❤

Normalmente não comento as cenas e falo usando spoilers, mas nesse caso resolvi abrir uma exceção porque acho que é preciso falar sobre certas coisinhas.
 Já mencionei o que achei do romance, mas quase morri com aquele negócio do beijo salvar a vida do Neo. Foi a coisa mais filme da Disney do universo e foi tão bobinho que fiquei indignada por terem permitido colocar uma cena dessas. Podiam ter pensado em cinquenta mil outras formas de fazer com que ele voltasse mais poderoso porque, afinal de contas, ele é o Escolhido! 
 Aliás, achei meio estranha aquela conversa do agente com o Morpheus, em que ele fica meio frustrado com a vida. Não fez muito sentido na minha cabeça, parece que tentaram dar uma ~humanizada~ (com certeza não no sentido literal da palavra) na personalidade dele e não funcionou muito bem.
 Apesar disso, fiquei apaixonada por todas as cenas da Trinity e achei genial que ela ficasse rindo na cara do patriarcado porque todo mundo achava que ela era um homem ou duvidava da capacidade dela por causa do gênero. A cena do policial falando que eles conseguiam lidar com uma mulher, seguida da surra que ela deu em todos os policiais foi sensacional.
 E, nossa, o Cypher era um saco. Desde o começo, ele era chato e ficava todo carente com a Trinity, mas quando ele resolveu ajudar à Matrix, fiquei indignada. A cena dele conversando com a Trinity e se preparando para desplugar o Neo foi genial porque, pelo menos para mim, soou como uma crítica a quão chato é que os caras fiquem forçando a barra com mulheres por quem estão interessados.
 Aliás, falando nessa cena, ela foi bem massa também porque imaginei que a salvação do Neo seria de forma completamente diferente. A única coisa que me incomodou foi a recuperação do Tank, que foi meio estranha e rápida demais para os danos que ele tinha sofrido.
 Prometo que essa é a última cena que vou comentar, mas quando a Trinity tem que sair do helicóptero foi muito legal. Foram cenas com uma fotografia incrível e, nossa, GIRL POWER!! 
 Pronto, agora despejei todos os meus sentimentos por esse filme aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s