2 anos, 2 semanas e 2 dias do blog

aniversario

 Há exatos dois anos, duas semanas e dois dias eu estava sentada em frente ao computador, pouco depois da virada do ano, começando o que seria o primeiro post desse bloguinho. Até hoje eu tenho um carinho muito grande por aquele texto porque é o tipo de conselho que eu gostaria de aplicar mais à minha própria vida: é preciso aprender a lidar com as falhas e saber que elas muitas vezes acabam nos levando a lugares maravilhosos. De lá pra cá, um monte de coisa mudou. Eu mudei de casa, de cabelo e até ousaria ser dramática a ponto de dizer que praticamente mudei de vida.

 Mudei a forma que eu vejo o mundo, a forma que eu me vejo, a forma que eu projeto meus sonhos. Mudei tanta coisa que nem dá pra enumerar. E nem foi um período tão grande, se você parar para pensar. Mas o blog surgiu justamente quando eu estava prestes a mudar a minha vida todinha: entrar na faculdade, ir para outra cidade e dar os primeiros passos da vida adulta. Dá até pra ser metalinguística e falar que a existência do Desfabuloso Destino foi responsável por algumas dessas mudanças.

 Pra começar, foi a primeira vez em que eu tive coragem de mostrar ao mundo as coisas que eu escrevo. Foi o pontapé para ser um pouquinho mais honesta comigo e com o que eu penso. Eu até hoje me encolho e morro de vergonha quando alguém fala que leu um post ou viu um vídeo meu, é verdade, mas o simples fato de que essas coisas estão aí, na internet, faz com que eu sinta orgulho.

 Eu não sou a blogueira exemplar. Não ando com cartãozinho na mochila e nem sei chegar comentando com todo mundo que tenho blog. Eu até passo uns bons meses sem atualizar nada. Não é meu emprego e o máximo que eu ganhei foram uns centavos de dólar no Youtube. Aliás, a maior parte do meu público inclui minha família, meus amigos e o meu namorado. Mas, mesmo assim, a existência desse espaço representa um negócio incrível pra mim. Mais do que eu sou capaz de demonstrar, inclusive.

 Por causa do blog, eu aprimorei a minha escrita, conheci mais sobre cinema e pude receber o apoio de um monte de gente de uma forma que eu jamais esperaria. Em que mundo eu, que tive quinhentos blogs secretos, esperaria que alguém me contasse que chorou com um texto que eu escrevi ou que morreu de rir com um vídeo meu? É incrível e maravilhoso e uma experiência absurdamente mágica.

 Então, obrigada. A quem já leu qualquer coisa daqui, a quem já comentou comigo, a quem nunca me falou nada. A quem serviu indireta ou diretamente de inspiração pra qualquer coisa que já foi escrita. A quem já brigou comigo porque eu passo uma eternidade para fazer um post novo e a quem acabou de chegar aqui. Obrigada. Um montão de amor pra vida de vocês.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s