O que vou ler na Maratona Literária de Inverno 2017 #6

lendo

As férias chegaram e com elas um dos períodos que eu aguardo mais ansiosamente: a Maratona Literária de Inverno. O evento é promovido anualmente pelo Victor Almeida (do Geek Freak) e sempre é um momento maravilhoso para superar toda e qualquer ressaca literária que possa existir. A edição deste ano vai acontecer entre os dias 16 e 30 de julho e conta com uma página super completa no aplicativo Amino.

Como amanhã já é o primeiro dia, resolvi compartilhar a minha lista de leituras, de acordo com os desafios propostos pelos próprios organizadores do evento. Inicialmente, escolhi o nível hardcore, mas acabei trocando para o intermediário para que, além dos desafios, eu possa ler alguns livros que estão na minha lista há bastante tempo.

Para quem quiser saber mais e se inscrever para participar, todos os detalhes foram explicados no vídeo de apresentação.

tudo o que nunca contei

1) Ler um livro com a capa azul

Coincidentemente, a primeira coisa que me chamou atenção em Tudo o que nunca contei, da Celest Ng, foi a capa. É claro que o grande destaque não foi o fato de ela ser azul, mas algo na simplicidade dela me deixou curiosa. Por isso (e pelas resenhas positivas que li), aproveitei para adicionar esse livro na lista numa categoria que diz respeito justamente a esse aspecto.

(304 páginas, 2017)

 

girlboss2) Ler um livro com menos de 200 páginas

Para esse desafio, escolhi Girl Boss, da Sophia Amoruso. O livro tem 168 páginas e é uma autobiografia que conta um pouquinho sobre como a Sophia se tornou uma grande empresária. Como me apaixonei pela adaptação da obra feita pela Netflix, já estou morrendo de curiosidade para ler.

(168 páginas, 2015)

 

 

o paraíso de zahra3) Ler um livro que você comprou pela capa

Com seis livros para ler em 15 dias, acho que eu merecia colocar uma graphic novel, né? Já faz tempo que O paraíso de Zahra, dos autores Amir e Khalil, está na minha estante e acho que chegou a hora de finalmente entender por que esse livro é tão elogiado. Além disso, ganho a oportunidade de descansar um pouquinho o juízo com uma HQ porque ninguém é de ferro.

(272 páginas, 2012)

 

3 coroas negras4) Ler um livro escrito por uma mulher

Estou há seculos interessada em ler Três Coroas Negras da Kendare Blake. Aparentemente, toda a internet está apaixonada por esse livro. Nunca vi ninguém dizer que ele é menos que maravilhoso e estou super curiosa para entender de onde vem todo esse amor. Como se não bastasse, o livro foi escolhido para o projeto de leitura conjunta da maratona, então foi a melhor escolha de todas.

(304 páginas, 2017)

 

a mais pura verdade5) Ler um livro sem saber a sinopse ou do que se trata

Quase todos os livros que eu escolhi poderiam se encaixar nessa categoria. Tenho o costume de ir ler as obras sem saber muito sobre o que elas tratam, acho que dá um gostinho especial. No entanto, o representante dessa categoria será A Mais Pura Verdade, do Dan Gemeinhart. Tudo que eu sei sobre o livro é que ele recebeu quase 5 estrelas no Good Reads e que tem uma capa lindíssima.

(224 páginas, 2015)

 

sonata em punk rock6) Ler um livro nacional

Já faz tempo que estou morrendo de curiosidade para ler alguma coisa da Babi Dewet. Por isso, escolhi a autora para representar os escritores nacionais nessa lista. O livro que escolhi é Sonata em Punk Rock, que tem tido muita repercussão na internet e recebido muitos elogios.

(304 páginas, 2016)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s