Arquivo S: Okja #8

OKJA0

Desde o primeiro momento, Okja dividiu opiniões. Diante da reação da plateia durante sua estreia em Cannes, os críticos e jornalistas (e, claro, a internet) praticamente se separaram em dois times, contra ou a favor da Netflix. Para a plataforma de streaming, o resultado foi positivo: em pouco tempo, todos estavam curiosos para assistir o longa dirigido pelo diretor coreano Bong Joon-Ho.

Mesmo com as polêmicas, o filme foi recebido de forma muito positiva pelo público, sendo alvo de uma série de elogios. A repercussão foi tanta que alguns críticos estadunidenses apostaram que Okja seria responsável por disseminar o vegetarianismo e o veganismo no mundo inteiro.

Se isso vai realmente acontecer, eu não faço ideia. Mas garanto que é impossível não repensar seus hábitos alimentares e, especialmente, a indústria da carne, depois de assistir a esse filme incrível.

Enredo

A trama tem início em 2007, com o lançamento de um concurso para a escolha do melhor “super porco”. Ao todo, 26 animais dessa espécie são enviados para vários países, onde viverão por dez anos, até que o vencedor seja anunciado. O objetivo é que os animais sejam utilizados para produzir comidas especiais em grande quantidade.

Uma década depois, a história segue Mija, que tem convivido desde muito pequena com Okja, uma das super porcas. A garota vive com o avô na Coreia do Sul e o ajuda a criar o animal, desenvolvendo uma relação muito forte de amizade. É nesse ponto que o enredo se desenrola, já que a menina não está disposta a deixar Okja ser levada pelos responsáveis pelo concurso.

OKJA1

Roteiro

A amizade desenvolvida por Mija e Okja é um dos aspectos principais da trama, fazendo referências a filmes do estilo da Sessão da Tarde, que tem forte apelo infantil. Apesar disso, a obra não é nenhum pouco adequada para o público mais jovem. Os abusos da indústria alimentícia são retratados de modo tão escancarado que é difícil não se impressionar mesmo sendo mais velho. Muitos momentos são não só de embrulhar o estômago, como de deixar os olhos cheios de lágrima.

Uma das coisas que mais me atraiu no roteiro foi o nível de contextualização. É comum que, em enredos semelhantes, todos os aspectos que sustentam a história, mas não são principais, acabem sendo negligenciados e sejam abordados apenas de modo superficial. Neste filme, entretanto, é possível se envolver intensamente, sem que a narrativa perca a fluidez por um só instante.

OKJA

Elenco

Não é surpresa para ninguém que a Tilda Swinton é uma das atrizes mais versáteis de Hollywood. Ela é capaz de representar duas personalidades opostas em questão de segundos, mudando todos os aspectos: trejeitos, olhares, tom da fala. Tudo que essa mulher faz é incrível e em Okja isso não é diferente.

No entanto, todos os meus elogios precisam ser direcionados à maravilhosa Seo-Hyun Ahn, que assume o papel de Mija com uma maestria capaz de despertar inveja em atores mais velhos. A forma que ela se entrega ao personagem é, além de intensa, emocionante, e transborda sensibilidade. Mais uma vez lamentei a falta de uma categoria de atuação mirim no Oscar porque adoraria ver essa menina super talentosa sendo premiada.

OKJA2

Avaliação final

Esse foi um filme que me deixou sem palavras. É uma missão impossível tentar explicar todas as camadas e toda a sensibilidade que ele transmite. Sem perder o aspecto de entretenimento, Okja consegue propor reflexões importantíssimas. É difícil não ficar com os olhos marejados e não sentir o envolvimento daquela criança com toda a situação.

As combinações opostas – traduzidas, inclusive, pelo uso de música clássica em cenas de ação – criam dimensões únicas e profundas em um filme que tem tudo para ser blockbuster. Tudo se encaixa de forma milimetricamente acertada, entregando um longa capaz de abranger um público bastante amplo.

Okja é incrível e uma experiência absurdamente esclarecedora. É maravilhoso do começo ao fim. Cinco estrelas.

Anúncios

Um comentário sobre “Arquivo S: Okja #8

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s