Atualização Mensal: Os livros de Julho #20

leitura.gif

Julho foi um mês maravilhoso para as leituras. Por mais que eu não tenha batido nenhum recorde mundial ou coisa parecida, foi, sem dúvidas, o mês que mais li esse ano. Para vocês terem uma ideia, 30% do meu total de leituras de 2017 foi feito nos últimos 31 dias. Pois é. Não tá fácil para ninguém.

Como mencionei ontem, reservei o dia que marca o início do mês mais longo de todos para falar justamente sobre o que aconteceu na minha vida literária durante Julho. Os únicos livros que deixei de fora foram ‘Uma História Meio Engraçada’ e Girl Boss porque, como eles foram mencionados há pouco tempo, achei que ficaria meio repetitivo.

De resto, você poderá conferir, nos próximos parágrafos, livros maravilhosos e especialmente recomendáveis para quem está enfrentando a famigerada ressaca literária.

atualização mensal agosto.jpg

Outros Jeitos de Usar a Boca, da Rupi Kaur: Esse livro é tudo isso que a internet está comentando e um pouco mais. Ele reúne vários poemas maravilhosos, sensíveis e curtinhos que conseguem transcrever um monte de sentimentos complexos de uma forma tão pontual que beira o inacreditável. Mesmo se você não é fã de poesia, deveria dar uma chance a essa maravilha. Juro que você não vai se arrepender. 5 estrelas.

Fale!, da Laurie Halse Anderson: Melinda é uma adolescente que, por mais que não vivesse no universo de Garotas Malvadas, costumava ser popular. Isso muda quando ela chama a polícia em uma festa da escola, fazendo com que alguns alunos sejam presos e com que todos acabem se afastando dela. Depois do ocorrido, a garota vai parando cada vez mais de falar, o que afeta não só sua relação no ambiente escolar quanto dentro da família. Esse livro mistura delicadeza e brutalidade de uma vez só, abordando temas pesadíssimos, como estupro e depressão. Fiquei aos prantos em diversas cenas e me senti absurdamente envolvida com a história. Recomendo infinitamente. 5 estrelas.

Boa noite, da Pam Gonçalves: Alina sempre foi a nerd com poucos amigos durante o Ensino Médio. Quando ela vai para uma cidade maior fazer faculdade, ela decide mudar isso e tentar ser uma pessoa diferente. Por mais que tenha muito dos clássicos livros infanto juvenis com que estamos acostumados, o livro também aborda questões mais pesadas como estupro e uso de drogas. Apesar da escrita ter me incomodado em alguns pontos, achei a leitura muito fluida e a história muito envolvente, daquelas que é difícil largar. 3,5 estrelas.

Tudo o que eu nunca contei, da Celeste Ng: A morte de Lydia é misteriosa e praticamente inexplicável. Por mais que muitos apostem em suicídio, a família (e, em especial, a mãe) nega veemente a possibilidade, garantindo que ela nunca seria capaz disso. Nessa obra cheia de amarras, subtramas e personagens bem desenvolvidos e muito complexos, a Celeste Ng deixa qualquer um absurdamente envolvido. Esse livro é tão tocante e bem escrito que eu nem sei explicar. É incrível quão reais os personagens são! A trama é maravilhosa e eu não poderia recomendar mais. 5 estrelas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s